Menu

 

 

text4207a

SG responde questionamentos da categoria em evento no Rio de Janeiro

SG responde questionamentos da categoria em evento no Rio de Janeiro Foto:ASCOM PR-RJ

O Secretário-Geral do MPU, Alexandre Camanho, esteve na sexta-feira (23/02) no Auditório da PR/RJ prestigiando o projeto "Fale com o SG".

Na oportunidade o Diretor do SindMPU, Seção Sindical Estado do Rio de Janeiro, Eurípedes Peixoto Guimarães Júnior, apresentou ofício com 8 perguntas para serem respondidas pelo Secretário-Geral, sobre assuntos dos quais os servidores procuravam esclarecimentos.

Entre as perguntas, merecem destaque as relacionadas à incorporação dos servidores do quadro do MPU nas Carreiras Tipicas de Estado; a liberação de diretores sindicais para participação nas atividades do Sindicato e a exigência do diploma de nível superior para o ingresso no cargo de técnico do MPU. 

Sobre a inclusão do quadro do MPU nas Carreiras Típicas de Estado, o SG disse que esse status não pode ser banalizado, requerendo estudos mais aprofundados para que seja aplicado pelo GT Carreira, em andamento na PGR. Ele sugeriu que o SidMPU apresente no GT um estudo técnico justificando o enquadramento dos servidores do MPU/CNMP/ESMPU no rol de carreiras que desenvolvem atividades essenciais e exclusivas de Estado.

O SG adiantou que, caso o levantamento técnico o convença, ele autorizará o GT a incluir o status de Carreiras Típicas no relatório final do GT Carreira.
O SindMPU já está se movimentando no sentido de dar início ao estudo para ser avaliado pelo GT.

Sobre a liberação de diretores para atividades sindicais, o SindMPU/RJ lembrou ao Secretário que 5 dias não são suficientes para um bom exercício e que 10 dias seriam minimamente razoáveis. Alexandre Camanho pediu que o Sindicato oficializasse o pleito e que, assim que receber tal requerimento o deferirá.

A DENC (Diretoria Executiva Nacional Colegiada), por meio da sua assessoria jurídica, protocolou na Secretaria-Geral do MPU, no dia 01 de fevereiro ofício requerendo a majoração do período de abono à dirigente sindical de 05 para 10 dias.

No que diz respeito à possibilidade da exigência do diploma de nível superior para o cargo de técnico do MPU, mais uma vez, o Secretário-Geral disse que para que isso ocorra é necessário a realização de estudos para que seja externada a viabilidade e  impactos de tal medida. Diante da posição da Administração acerca do tema, o SindPU viabilizará estudos, bem como passará informações sobre a posição da categoria a respeito do tema.

Ao ser perguntado sobre o pagamento das parcelas do reajuste referentes aos anos de 2018 e 2019, o SG adiantou que há dinheiro para honrar todas as três parcelas restantes.

Também informou que, com relação aos benefícios auxílios alimentação e creche já há Portaria PGR elaborada, apenas aguardando assinatura da autoridade competente, viabilizando, assim, os reajustes.

Última modificação emSegunda, 26 Fevereiro 2018 19:06

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Endereço

SAS - Setor de Autarquias Sul Quadra 05 Bloco K Edifício OK OFFICE TOWER
Salas 501 a 507
CEP: 70070-937 - Brasília-DF

Expediente

De 12h às 19h pelo horário de Brasíla
DENC
geral@sindmpu.org.br | Dep. Jurídico: 0800 717 7790 | Brasília: (61) 3224-6157